Tag Archives: steve vai

Fretjob or fretdress?

ibanez jem worn frets

Antes de mais, o fretjob consiste na substituição dos trastos num instrumento. O fretdress refere-se a um conjunto de operações que passam por nivelar, bolear e polir os trastos existentes. Por vezes, é necessário fazer um fretdress como finalização de um fretjob.

A decisão de optar por um fretjob ou fretdress é, muitas vezes, ditadas pelo estado actual dos trastos.

jem fretdress

Neste caso, temos uma Ibanez Jem (o modelo de assinatura do Steve Vai) com os trastos em estado pós-guerra. As consequências passam por um instrumento mais difícil de tocar porque a zona de contacto entre a corda e o trasto é grande. Pelo mesmo motivo, a linha de intonação de cada trasto é desviada do seu lugar original, fazendo com que seja ter o instrumento correctamente afinado e intonado. Para terminar, quando os trastos se encontram com este nível de desgaste, inevitavelmente temos uns com mais desgaste do que outros. Por todas estas irregularidades, o instrumento só não irá trastejar se tiver uma acção altíssima.

O estado deplorável dos trastos tornou a opção de fretdress praticamente impossível, uma vez que o sulco mais profundo passaria a ser a altura de referência dos trastos. Depois de medir e voltar a medir, concluí que tinha massa suficiente para não comprometer o desempenho desta guitarra. Evitamos um fretjob durante uns bons tempos, uma vez que tenho a certeza que já não resta trasto suficiente para um novo fretdressing.

E agora as fotos:

fretdress leveling bar
A viga de alumínio calibrada de acordo com o raio de curvatura desta escala: 16 polegadas.

leveling process
Depois de muitas passagens, ainda há muito material para remover.

leveled frets
A esta altura os trastos já se encontram nivelados, sendo necessário boleá-los para repor o seu perfil semi-circular. Após esta fase estarão sujeitos a 4 gramagens de lixa e posteriormente polidos.

jem fretdressing final
Et voilá. A guitarra encontra-se agora afinadíssima e fácil de tocar, com os mesmos trastos (ainda que consideravelmente mais baixos). Tenho a certeza que quando esta guitarra voltar será para um fretjob.