Route 66

fender mustang 66

Já há muito que esta guitarra deveria ter entrado para este blog. As fotos chegam mesmo a tempo do primeiro aniversário do atelier Afinas ou Não Afinas? na rua do Breyner.

É uma Fender Mustang de 1966 e, além do peso dos anos, carrega também três generosas camadas de tintas e vernizes. Como já tinha referido anteriormente neste blog, o vermelho Dakota foi reprimido pela cor azul, no tempo de Salazar. Uns anos mais tarde, descontente com o azul FCP, a guitarra foi novamente pintada de preto. Está então na altura de devolver a dignidade a esta guitarra. Inicialmente foi ponderada a cor Daphne Blue, Sonic Blue até que finalmente decidi, em cojunto com o cliente, que o projecto passaria por devolver a guitarra ao seu estado original, na medida do possível. Em termos de acabamento, tentarei replicar o estado actual da guitarra, não tivesse ela sido sujeita aos processos que descrevi.

Contudo, os problemas da guitarra não se resumiam ao acabamento: os trastos estavam em péssimo estado, a pestana partida, algumas das ferragens a precisar de uma boa dose de TLC.

mustang pickguard
O chanfro desta pickguard não escapou à tinta preta.

mustang fretboard coming off
E os problemas continuam. A escala está descolada.

finishing schedule nitro
Antes de começar seja o que for, faço uma planificação dos passos seguintes e são feitas várias anotações para referência futura.

vintage mustang stripping finish
Aqui podemos apreciar a quantidade de tinta que camuflava o, ainda intacto, Dakota Red. Se não estou em erro, podem ver-me de raspador nas mãos a trabalhar nesta guitarra, no vídeo de apresentação Afinas ou Não Afinas? em 30 Segundos.

mustang stripped finish
Aproveitei para deixar visível um pouco da cor original, para a fotografia. Foi bom constatar que o acabamento original ainda lá estava, uma vez que me permitiu ter a melhor referência para acertar a cor.

mustang dakota red nitro
Segue-se então um par de camadas preliminares para a base da cor, que foi então seguida de várias camadas de verniz nitroceluloso.

mustang bone nut
Enquanto tinha o corpo hipotecado na estufa fiz uma nova pestana de osso.

E para terminar:
mustang nitro refin final

mustang nitrocelulose refin dakota red

Muito obrigado ao Ricardo, por me ter confiado este trabalho.

3 thoughts on “Route 66

  1. Ricardo

    Celso, os meus olhos estão deliciados com o que veêm!
    Mas, como sabes, esta menina pertence a um senhor que muitos anos a transportou! Fica aqui o seu comentário:

    “Realmente, comovi-me interiormente, ao ver as fotos do evoluir da minha Fender Mustang de 1966, até ficar na cor que a conheci antes de a comprar.
    Fico satisfeito, pelo modo profissional como a mesma foi recuperada, e desejo que possas realmente usufruir do som natural que ela tem.”

    Abraço

  2. Tiago

    Como amigo do dono dessa maravilha, tive o privilégio de a ter nas mãos antes do restauro e já cheirava a história. O resultado final está soberbo, estou ansioso por vê-la ao vivo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *